Ibotirama: esquema com falsos pescadores desviou R$ 24 milhões de reais do seguro defeso

Domingo / 31 Ago 2014 / 00h35

Diversos políticos do município de Ibotirama, no oeste da Bahia, são suspeitos de participarem de um esquema fraudulento para registro de pescadores, que teriam direito ao recebimento do seguro defeso. O suposto golpe teria rendido R$ 24 milhões de reais nos últimos dois anos. O Vereador Felisberto Gomes dos Santos (PMDB) foi apontado como líder do esquema, que teria beneficiado, além de falsos pescadores, um candidato a vereador em 2012, conhecido por Dimas do Juá. As primeiras investigações apontam que somente 1/3 das 3.222 pessoas registradas, são realmente pescadores.