Funcionários dos Correios amanhecem de braços cruzados nesta sexta-feira

Sexta / 31 Jan 2014 / 00h00
Foto Kiko Freitas

Paralisação é por conta de mudanças no plano de saúde 

Funcionários dos Correios na Bahia deram o primeiro passo de uma greve que pode se tornar nacional. Após Assembleia, nesta sexta-feira (31) eles não irão trabalhar e ficarão reunidos na sede dos Correios, localizada na Av. Paulo VI, na Pituba.

Isso porque funcionários perderão benefícios do plano de saúde da categoria. De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos do Estado da Bahia, o plano passará por redução no atendimento aos trabalhadores e dependentes.

Em nota, a Empresa de Correios e Telégrafos se pronunciou sobre o plano de saúde e afirmou estar cumprindo o definido pelo Tribunal Superior do Trabalho.

“Todos os benefícios estão garantidos, incluindo dependentes cadastrados,  porcentagem de compartilhamento, não cobrança de mensalidade ou tarifas, rede credenciada e cobertura de procedimentos entre outros”, diz.

Em outros estados brasileiros, sindicatos realizam assembleias para definir se irão ou não aderir ao movimento.

Varela