Caetité: Carreta desgovernada colide com nove carros e tomba na entrada da cidade

Quinta / 28 Nov 2013 / 00h00
Foto Ederson Albert

Com informações do Caetité Noticias

Por volta das 10:20 h da quinta-feira (28/11), um grave acidente aconteceu no início da avenida Dácio Oliveira (trecho urbano da BR-030, sentido Guanambi), provocado por uma carreta de placa policial MWW-7050, de Hortolândia (GO).

O veículo desceu aparentemente  sem  freios aa perigosa descida do Brás e, numa ação desesperada e perigosa, na altura do posto de combustíveis Rancho Alegre, quando a pista é duplicada, entrou pela contramão, levando a carreta até a altura do Posto Canibal I. Ali deparou-se com outra carreta que vinha no sentido contrário. Num gesto brusco, para evitar a colisão frontal, o motorista jogou o veículo contra o canteiro central e retornou à sua mão, mas a manobra provocou a colisão com outros automóveis e o final tombamento do mesmo.

Ao todo foram colididos pela carreta nove carros: Uma Ford Courier, um Fiat Palio Weekend, um Chevrolet S-10, um Chevrolet Celta, um Ford Corcel, uma pick-up Rural e dois Volkswagen Parati.

Apesar do número de veículos envolvidos, apenas duas pessoas que estavam neles ficaram machucadas, e foram socorridas pelo SAMU 192. A polícia militar rapidamente acorreu ao local, a fim de fazer a ocorrência e disciplinar o tráfego, junto aos agentes do Departamento de Trânsito de Caetité.

O motorista da carreta evadiu-se do local do acidente. A carga que transportava era de cigarros importados do Paraguai avaliada em 700 mil reais, com forte indícios de contrabando. A carreta com a carga foi apreendida pela Polícia, e ficará à disposição do Poder Judiciário.

O acidente provocou grande congestionamento na BR-030, sentido Guanambi, e mais uma vez demonstra a importância do Anel Rodoviário de Caetité – uma obra já garantida pelo Ministro dos Transportes e Senador Cesar Borges, obra essa  que conta com apoio do Governo do Estado para sua concretização. O tráfego intenso das rodovias que cortam a zona urbana, justamente em relevo acidentado e cheio de curvas, é um risco, além dos transtornos comuns a tal situação.

Até as 13 h a pista não havia sido liberada, com a operação de retirada dos veículos envolvidos.