Mais uma vítima de estelionato denuncia suplente de vereador

Quinta / 28 Fev 2013 / 00h00

Na tarde de quarta-feira (27/02) compareceu a DEPOL, a viúva Sueli de Oliveira Martins, residente à Rua Bahia no Distrito de Mutans informando que no ano de 2010 após o falecimento do seu companheiro foi procurada pela pessoa conhecida por "DABIM" , ex-candidato a vereador pelo distrito de Mutans, que lhe ofereceu cuidar do processo de aposentadoria e como a comunicante não possuía conhecimento suficiente para lidar com a questão aceitou a suposta ajuda do "DABIM". Após receber o beneficio, o DABIM informou à declarante que os serviços prestados custariam 50% do valor do beneficio (total recebido no primeiro ato). Porem, antes do beneficio ser deferido, o denunciado informou para a senhora Sueli que a mesma teria que efetuar um empréstimo e esse tal empréstimo seria para pagar o INSS para garantir sua aposentadoria para o resto da vida.

Algumas semanas depois, o "DABIM" apresentou toda a documentação exigida para realização do mesmo, exigindo que a comunicante assinasse tais papéis. No entanto, a queixosa não recebeu nenhum dinheiro referente ao empréstimo, o qual foi realizado, conforme apresentação de documentação na Delegacia de Polícia através de ficha proposta de empréstimo pessoal, consignado em folha de pagamento ou em dinheiro previdenciário no valor de R$ 9.572,38 ( Nove Mil e Quinhentos Setenta e Dois Reais e Trinta e Oito Centavos), divididos em 60 parcelas, cuja data de vencimento da última parcela será para o dia 07/02/2016.

O coordenador de Polícia Civil da 22ª BEL. Fabiano Aurich designou o delegado BEL. Rhudson para apurar os casos referentes ao acusado com relação à prática de estelionato. As vítimas, tanto a que prestou queixa a semana passada, quanto à dona Sueli que estavam durante a tarde de quarta-feira na Delegacia de Polícia disseram a reportagem do JJSHOW que vêm sofrendo pressão, inclusive, ameaças por parte do acusado "DABIM".

O delegado encarregado de apurar os casos: BEL Rhudson Barcelos disse também a reportagem do site JJSHOW que os inquéritos serão instaurados, sendo que a Polícia Civil irá apurá-los e punir, caso haja algum culpado.