Fachin autoriza inquérito contra 12 baianos da lista de Janot

Quarta / 12 Abr 2017 / 08h04

Relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Edson Fachin autorizou a abertura de inquérito contra 12 políticos baianos, entre os pedidos de investigação feitos pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, segundo informações do Estadão. Já era conhecida, pelo material vazado anteriormente, a presença de quatro baianos na famosa lista de Janot: o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB), a senadora Lídice da Mata (PSB) e os deputados federais Lúcio Vieira Lima (PMDB) e José Carlos Aleluia (DEM). Agora se juntam à lista de alvos de inquéritos os deputados federais João Carlos Bacelar (PR), Mário Negromonte Jr. (PP), Cacá Leão (PP), Daniel Almeida (PCdoB), Jutahy Júnior (PSDB), Nelson Pelegrino (PT), Antônio Brito (PSD), Arthur Maia (PPS) – relator da reforma da Previdência – e o vereador Edvaldo Brito (PSD), pela campanha ao Senado em 2010. Geddel não consta na lista vazada pelo Estadão, mas também não figuram outros nomes que não possuem mais foro especial, como os ex-presidentes Dilma e Lula. O grupo faz parte do total de 108 alvos dos 83 inquéritos que a PGR encaminhou ao STF, com base nas delações de 78 executivos e ex-executivos da Odebrecht.