voltar ao topo

iCaetité

últimas notícias:

Caetité: homem vende carro e cai no golpe do depósito bancário falso

Festa de Sant’Ana 2017: um festival de fé, cultura e alegria em Caetité

Jovem é preso suspeito de envolvimento com o tráfico de drogas em Caetité

Mais de 100 carros de boi participam de desfile em Caetité

Jovem é preso por tráfico de drogas em Bom Jesus da Lapa

Feira de Santana: Apostadores ateiam fogo em carros após suspeita de fraude em bingo

Carinhanha: casa foi tomada pelas chamas; proprietário suspeita que incêndio tenha sido criminoso

Riacho de Santana: Moto roubada é recuperada pela Polícia Militar

Jovem comete suicídio na zona rural de Carinhanha

Riacho de Santana: Homem morre em grave acidente na BR-430

FHC nega ‘acordão’ contra Lava Jato e defende diálogo “às claras” sobre crise

Campanha de vacinação contra gripe começa nesta segunda-feira

Bahia: 15 casos suspeitos de febre amarela são notificados em oito municípios

Prefeitura de Guanambi renova convênio de concessão do terminal rodoviário

Brumadense preso em Guanambi é alvejado por policiais ao tentar fugir da custódia

Caetité: Álvaro Montenegro é homenageado em Salvador com 'Medalha Tiradentes'

Bom Jesus da Lapa: Dupla atira e mata adolescente confundido com criminoso

Temer negociou propina de US$ 40 milhões para PMDB, diz delator

Homem comete suicídio por enforcamento na zona rural de Matina

Vacinação contra a gripe Influenza começa na próxima segunda-feira (17), em Guanambi

Homem surta durante o sexo e esfaqueia mulher e enteadas

Terça / 26 Nov 2013 / 00h00

Um homem esfaqueou a própria esposa no bairro Itacaranha, Subúrbio de Salvador, na madrugada desta segunda-feira (25). A dona de casa Soraia Santos Ferreira, de 37 anos, foi atingida na clavícula, rosto, cabeça e nas duas mãos. 
 
A vítima contou que o marido, Isnei Paranhos da Silva, 33, teve um surto enquanto eles transavam e cometeu agressão. As filhas de Soraia de 14 e 12 anos estavam em casa dormindo no momento do crime, quando também foram atacadas pelo padrasto. A mais velha foi agredida no rosto, nos braços e em ambas as mãos enquanto a mais nova recebeu uma paulada no tornozelo.
 
O delegado Sérgio Schlang, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), disse em entrevista ao Correio, que todos os cômodos da casa estavam sujos de sangue e tinham sinais de luta corporal. 
 
A motivação do crime pode ter relação com a enteada de 14 anos a qual Isnei tinha muitos ciúmes, segundo os vizinhos. Ele dizia que a amava como uma filha e chegou a fazer uma tatuagem no braço com o nome dela. 
 
Depois de cometer o crime, Isnei chegou a ir até a casa do sogro, que mora próximo, pedindo socorro e dizendo que a casa tinha sido invadida por dois homens. Vizinhos chamaram o Samu e disseram que o casal vivia bem em harmonia e que só brigavam por conta da adolescente de 14 anos, que estava crescendo e exigindo mais liberdade.

Isnei passou mal no local do crime e foi socorrido, junto com as vítimas, pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado para o Hospital do Subúrbio, onde faleceu com sinais de afundamento no crânio. A polícia investiga a morte.

De acordo com o posto policial do Hospital do Subúrbio, a filha mais nova da dona de casa recebeu alta no início da tarde, mas a mais velha segue internada em estado grave e respira com ajuda de aparelhos.