voltar ao topo

iCaetité

últimas notícias:

Caetité: homem vende carro e cai no golpe do depósito bancário falso

Festa de Sant’Ana 2017: um festival de fé, cultura e alegria em Caetité

Jovem é preso suspeito de envolvimento com o tráfico de drogas em Caetité

Mais de 100 carros de boi participam de desfile em Caetité

Jovem é preso por tráfico de drogas em Bom Jesus da Lapa

Feira de Santana: Apostadores ateiam fogo em carros após suspeita de fraude em bingo

Carinhanha: casa foi tomada pelas chamas; proprietário suspeita que incêndio tenha sido criminoso

Riacho de Santana: Moto roubada é recuperada pela Polícia Militar

Jovem comete suicídio na zona rural de Carinhanha

Riacho de Santana: Homem morre em grave acidente na BR-430

FHC nega ‘acordão’ contra Lava Jato e defende diálogo “às claras” sobre crise

Campanha de vacinação contra gripe começa nesta segunda-feira

Bahia: 15 casos suspeitos de febre amarela são notificados em oito municípios

Prefeitura de Guanambi renova convênio de concessão do terminal rodoviário

Brumadense preso em Guanambi é alvejado por policiais ao tentar fugir da custódia

Caetité: Álvaro Montenegro é homenageado em Salvador com 'Medalha Tiradentes'

Bom Jesus da Lapa: Dupla atira e mata adolescente confundido com criminoso

Temer negociou propina de US$ 40 milhões para PMDB, diz delator

Homem comete suicídio por enforcamento na zona rural de Matina

Vacinação contra a gripe Influenza começa na próxima segunda-feira (17), em Guanambi

Seguro obrigatório vai aumentar em 4%

Domingo / 30 Dez 2012 / 00h00

O valor do Seguro Obrigatório de Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT) vai subir 4,4% no ano que vem. A taxa passará a custar R$ 105,65, ante os R$ 101,16 cobrados em 2012. Já no caso das motos, o seguro vai de R$ 279,27 para R$ 292,01. As informações foram divulgadas pela Seguradora Líder, responsável por administrar o DPVAT.

Pela primeira vez, os donos de motos, vans, micro-ônibus e ônibus usados poderão parcelar o pagamento do seguro. Automóveis, caminhões e qualquer veículo zero-quilômetro não terão essa alternativa, segundo uma resolução do Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP). A norma estabelece ainda que cada Estado fica responsável pelo parcelamento.

Em São Paulo, a Secretaria da Fazenda informou na quinta-feira (27) que os interessados poderão fazer o pagamento em três vezes, por meio de boletos bancários, que poderão ser gerados a partir de 2 de janeiro. A emissão será pelo site http://parcelamento.dpvatsegurodotransito.com.br

Segundo a pasta, a primeira parcela coincidirá com a parcela inicial do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), em janeiro.

Carros não entram na lista porque a resolução federal prevê que a parcela mínima para o pagamento deve ser de R$ 70.

O preço do seguro para micro-ônibus de aluguel continuará em R$ 396,49. Os particulares seguirão com taxa de R$ 247,42. Caminhões e caminhonetes, por sua vez, terão alta, de R$ 105,68 para R$ 110,38. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.