voltar ao topo

iCaetité

últimas notícias:

Caetité: homem vende carro e cai no golpe do depósito bancário falso

Festa de Sant’Ana 2017: um festival de fé, cultura e alegria em Caetité

Jovem é preso suspeito de envolvimento com o tráfico de drogas em Caetité

Mais de 100 carros de boi participam de desfile em Caetité

Jovem é preso por tráfico de drogas em Bom Jesus da Lapa

Feira de Santana: Apostadores ateiam fogo em carros após suspeita de fraude em bingo

Carinhanha: casa foi tomada pelas chamas; proprietário suspeita que incêndio tenha sido criminoso

Riacho de Santana: Moto roubada é recuperada pela Polícia Militar

Jovem comete suicídio na zona rural de Carinhanha

Riacho de Santana: Homem morre em grave acidente na BR-430

FHC nega ‘acordão’ contra Lava Jato e defende diálogo “às claras” sobre crise

Campanha de vacinação contra gripe começa nesta segunda-feira

Bahia: 15 casos suspeitos de febre amarela são notificados em oito municípios

Prefeitura de Guanambi renova convênio de concessão do terminal rodoviário

Brumadense preso em Guanambi é alvejado por policiais ao tentar fugir da custódia

Caetité: Álvaro Montenegro é homenageado em Salvador com 'Medalha Tiradentes'

Bom Jesus da Lapa: Dupla atira e mata adolescente confundido com criminoso

Temer negociou propina de US$ 40 milhões para PMDB, diz delator

Homem comete suicídio por enforcamento na zona rural de Matina

Vacinação contra a gripe Influenza começa na próxima segunda-feira (17), em Guanambi

Mirante: município sofre com a seca e gado morre de fome

Quinta / 26 Jul 2012 / 00h00

Na Região de Fazenda Nova, município de Mirante, no Sudoeste baiano, a seca tem prejudicado milhares de pessoas, principalmente os pequenos agricultores.

Mediante as ações de Governo que faz abastecimento através de carro-pipa, sistema simplificado de poço artesiano e outros,  á água não é um problema tão grave face às proporções da estiagem. O que está castigando mesmo é a falta de comida para os animais, principalmente o gado, que vive em meio à catinga cinzenta, ensolarada e  de gravetos desfolhados,  em busca de algo para enganar o estômago, e nem sempre encontra.

A palma é o último recurso e pelo visto não vai durar por muito tempo. Alguns criadores compram o algodão  em outras cidades, outros vendem o gado a qualquer preço, outros retiram para a zona da mata, enquanto alguns assistem aos animais morrerem de fome.


Rodrigo Ferraz